Está na moda fazer uso dos verbos desintoxicar e desapegar, sendo que muitas pessoas acreditam que são praticamente sinônimos. Entretanto, representam conceitos diferentes

Desapegar é quase um ato involuntário e não planejado. É quando nos damos conta que deixamos de dar a devida importância a algum objeto. Sabe aqueles itens que ficam apenas ocupando espaço em prateleiras e armários e não fazemos a menor ideia porque ainda estão por ali?

Já desintoxicar um ambiente é uma ação pensada e planejada. A Bespoke Life disponibiliza serviços para o Detox de Casas e aponta que a decisão de desintoxicar deve partir dos próprios moradores da casa. Em geral, a demanda ocorre quando as pessoas sentem que alguns ambientes transmitem a sensação incômoda.

Por outro lado, é o desapego frequente que acaba gerando a intoxicação de alguns ambientes. Uma das principais causas que tornam espaços nada funcionais é o acúmulo de objetos fora de uso e perderam o motivo de existir para os moradores da casa.

Então, para evitar que isso aconteça, uma saída é criar o costume dar um novo rumo aos itens que já desapegamos. Se não tem mais utilidade, não precisa mais existir. Dê um novo destino ao que já é passado. Segundo a Bespoke Life, essa atitude “preventiva” permite manter ambientes mais saudáveis e diminui a necessidade de desintoxicar.

Bespoke.Life

*
 

redes sociais