O famoso Whitney Museum of American Art foi fundado em 1931 pela colecionadora e escultora Gertrude Vanderbilt Whitney e é uma das grandes referências culturais dos Estados Unidos. Agora, ele está de casa nova.

Por Daniela Seve Duvivier

A nova sede fica em um edifício lindo entre o High Line e o rio Hudson, no distrito do Meatpacking, em Manhattan. O novo prédio demorou 4 anos para ser construído e foi projetado pelo renomado arquiteto Renzo Piano. O Whitney, uma das primeiras instituições dedicadas à arte nacional norte-americana, ganhou uma nova cara e um projeto que busca fazer uma releitura de identidade em suas obras de arte.

O novo projeto conta com galerias de exposição maiores, um auditório, escritórios administrativos centralizados, um restaurante – Untitled, do chef Michael Anthony – e um centro de estudos, pesquisa e conservação.

Além das novidades, o diferencial deste projeto é a sua transparência e leveza, inserindo-o ao contexto em que foi implantando e tornando a arquitetura parte integrante do espaço de convívio urbano.

O acervo do Whitney Museum percorre a evolução da arte norte-americana nos últimos 100 anos e inclusive alguns quadros ícones da Pop Art e de artistas como Andy Warhol, Edward Hopper e O’Keeffe.

A exposição "A América é difícil de ver" - que leva o nome de um poema de Robert Frost - com 650 obras de 400 artistas, conta a história da arte americana do ano de 1900 até o presente. Cerca de um quarto das obras expostas nunca foram vistas.

O museu é um convite aos espectadores visitarem as suas obras, suas exposições, sua arquitetura e a bela vista para o rio Hudson.

SERVIÇO:
Gansevort St, 99 NY
10014
MeatPacking District

 




Daniela Seve Duvivier

Consultora de arte, ajuda clientes a vender obras de arte e montar coleções. Seleciona e oferece obras de acordo com o gosto e o budget de cada um, mas sempre mostrando artistas os quais acredita na consistência do trabalho e na valorização de suas obras. Trabalha em parceria com as principais galerias de SP, RJ, BH, Curitiba, NY, Miami e Londres. Daniela nasceu no berço da arte, é filha do marchand Luiz Seve, da Galeria de Arte Ipanema, que está completando 50 anos. Trabalhou como curadora do departamento de Fotografia do MoMA, em Nova Iorque. Desde 2005, mora em São Paulo e atua como consultora de arte, além de ministrar cursos exclusivos de arte contemporânea. 


Bespoke.Life

*
 

redes sociais